Ler introdução completa

Mas eu sou como uma oliveira que floresce na casa de Deus; confio no amor de
Deus para todo o sempre. Salmo 52:8

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Chegada nos céus - Despedida na terra

Queridos amigos e leitores, neste post compartilho alguns momentos do dia do sepultamento da nossa princesa. Desculpem aos que por acaso sintam-se mal com este relato. A intenção não é de forma alguma chocar ou impressionar ninguém. Apenas dividir alguns fatos e sentimentos com aqueles que muito a amaram junto conosco - com a sinceridade e sensibilidade com que sempre relatei o que vivemos desde o seu nascimento. Se alguém não se sentir pronto a vivenciar estes momentos conosco hoje, fique à vontade para sair... A postarem estará aqui quando desejar ou precisar lê-la. Mas por favor respeite esse espaço.

Meu desejo é poder ajudar a outros pais e mães que venham a enfrentar o momento da despedida de seus amados filhos, e a outros que Deus permitir que leiam este post e desejem refletir sobre sua existência e caminhada nesta vida. 

Ao contrário do que muitos pensam, evitar falar no assunto nem sempre é o melhor caminho para "superar" o luto. Acredito que é possível transformar a dor em amor, em carinho, em boas lembranças e lições de vida - e que isso é saudável e importante para quem perde um familiar amado.



Ouvi uma forte voz que vinha do trono e dizia: "Agora o tabernáculo de Deus está com os homens, com os quais ele viverá. Eles serão os seus povos; o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus. Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou."




Aquele que estava assentado no trono disse: "Estou fazendo novas todas as coisas!" E acrescentou: Escreva isto, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança". Disse-me ainda: "Está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem tiver sede, darei de beber gratuitamente da água da vida. O vencedor herdará tudo isto, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Apocalipse 21


Nós fomos levados para um local chamado Morgue, no segundo subsolo do hospital, cerca de meia hora após o falecimento da Vivi. Uma copeira trouxe chá, cafezinho, bolachas e geleias logo depois que chegamos e reabasteceram tudo algumas vezes ao longo da noite, enquanto nossos amigos estavam conosco  - um gesto gentil e solidário do hospital naquele momento.

Ajudamos a arrumar seu lindo corpinho já sem vida, que estava envolvido em um lençol quando ela foi liberta de toda a sua dor e limitação e foi recebida por Jesus no céu. Aquela linda festa que eu havia lhe prometido quando nasceu, finalmente estava acontecendo dois anos e meio depois... e seu corpo não precisava mais estar na UTI recebendo medicações e cuidados. 

Pedi a minha sogra que buscasse em casa um lindo vestido vermelho que ela usara em seu aniversário de dois anos. Vovó Cida trouxe também uma meia-calça e sapatos prateados. Duas enfermeiras vieram para vesti-la para mim. Na ocasião do aniversário o vestido ainda era grande, mas agora ficara perfeito. Penteei seu cabelo com duas chiquinhas - ela estava tão linda com seus longos cabelos dourados que caíam até seus ombros. Passei óleo perfumado em seu rosto para tirar o restante de cola de esparadrapo do tubo, e perfumar e amaciar sua pele... ela estava linda, com a pele clarinha, apenas seus lábios muito descorados desde que entrara em choque. Passei um pouco de batom rosa clarinho, com um pincel, ficou natural e finalmente ela estava pronta. Ajeitamos uma bonequinha e bichinhos de pelúcia ao seu redor, para ficar com uma lembrança bonita desse momento de despedida do seu corpo terreno.



Então peguei um caderno que havia trazido, onde anotava algumas orações e estudos bíblicos, e minha Bíblia, e escrevi alguns versículos que me inspiraram desde o início da sua vida. Fui escrevendo e colocando os papéis como bilhetinhos ao redor do seu corpo. 


O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta. Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranqüilas; restaura-me o vigor. Guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome. Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem.Preparas um banquete para mim à vista dos meus inimigos. Tu me honras, ungindo a minha cabeça com óleo e fazendo transbordar o meu cálice. Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver. Salmo 23


Foi a forma que encontrei de cercar aquele momento tão triste com as promessas de Cristo e guardar nossas mentes e corações Nele. Também escrevemos uma cartinha para ela, algumas poucas horas após ela partir desse mundo. Pedi ao Marcelo que me ajudasse a escrever e a deixarmos junto de seu corpo enquanto aguardávamos o momento de ir para o cemitério.


Amada filha,

Como nós te amamos! Te amamos de todo o nosso coração desde que soubemos da sua existência. Cada instante da sua vida foi celebrado com muita alegria e gratidão por nós. Foi maravilhoso lutar junto com você, ver você nascer, viver, crescer sempre tão linda e tão doce. Você é um tesouro de valor inestimável, uma preciosidade que os nossos olhos tiveram o privilégio de contemplar.

O brilho do teu olhar conversa com a nossa alma. A tua pureza e o teu amor nos ensinam muito de nosso Pai Eterno. Nós te amamos sem fim, um amor que não cabe nessa vida. Continuaremos te amando com amor eterno, por toda a nossa vida e para além dela. Cremos que você está bem agora, junto do nosso Pai, pois servimos um Deus vivo, fiel, leal e verdadeiro. Aquele que te criou, te recolheu. Ficaremos com saudade da tua presença física, mas estamos em paz, pois a sua vida aqui nesta terra foi radiante da beleza de Cristo.

Vai com Deus, nosso anjinho puro e precioso, nossa princesinha, nossa gatinha muito, muito linda e vencedora, sua serelepe! Nós sempre te amaremos com amor eterno.

Muito obrigada por esse tempo tão lindo em que você lutou para estar conosco.

Muito obrigada por tantos dias tão felizes em que você se deixou ser amada e cuidada por nós.

Muito obrigada por ter nos levado para mais perto de Deus.

Muito obrigada por ter nos ensinado lições tão preciosas sobre a vida.

Você é linda, perfeita, preciosa. Sempre te amaremos e agradecemos tanto a Deus por você estar agora em paz junto dele.

Fica bem, princesinha, fica com Deus, vai em paz, voa linda seu gracioso voo para a eternidade.

Com todo o amor e carinho,
papai e mamãe



Algumas dezenas de amigos foram ao hospital assim que souberam que ela partira, por volta das 9:30 da noite, para nos abraçar e consolar. Estávamos sem telefone celular, sem computador, somente ligamos do quarto da UTI para alguns amigos e familiares que lembrávamos o número de cor e pedimos que avisassem a todos que pudessem. Durante a madrugada aos poucos todos foram se despedindo e lá pelas quatro horas da manhã estávamos apenas o Marcelo, eu e minha sogra, Cida.

Tentamos cochilar, acho que talvez consegui dormir uns 20 minutos, depois voltei a ficar ao lado de seu corpo. Enquanto eu chorava eu a enxergava por entre as lágrimas, e era como se ela ainda respirasse por entre a imagem marejada e oscilante dos meus olhos. Algumas pessoas do hospital apareceram durante esse tempo. Lembro de uma moça que veio me abraçar, isso já devia ser de manhã cedo, e me disse: "trabalho há muitos anos neste hospital, e nunca desci até aqui. Mas hoje eu precisava vir lhe dizer que te admiro muito e desejo que Deus os abençoe. Parabéns pela mãe que você foi!" Ela me deu um abraço carinhoso e saiu.

Quando o carro da funerária chegou, por volta das 8h da manhã, estávamos ao lado de seu corpo, e um senhor muito educado e atencioso veio colocá-la em seu caixãozinho branco para levá-la. O Marcelo o ajudou a colocá-la no caixão - ela parecia estar dormindo, era como se seu rostinho fosse fazer algum movimento porque estávamos mexendo com ela - como ela sempre fazia. Como ela era sempre tão expressiva e cheia de vida mesmo quando dormia! Como alguém poderia dizer que ela não tinha vida, desde sua gestação? Mas desta vez não - seu sono era muito mais profundo... E ela se foi envolta em seus bichinhos e sua boneca.




Somente pude colocar um aviso no blog e Facebook sobre seu falecimento, informando sobre o velório e o enterro durante a madrugada, quando conseguimos uma tomada adaptada para carregar o notebook. Enquanto íamos para o cemitério, liguei para a pediatra dela e para a sua fisioterapeuta, pois foram pessoas que cuidaram dela com muito amor. Não consegui avisar mais ninguém.

Enquanto o carro andava, eu olhava para o céu e tudo parecia tão claro e diferente. Após passar a noite toda no subsolo do hospital a claridade do dia ofuscava meus olhos. Lembrei do dia em que a trouxemos para a casa, em uma fria manhã de junho quando, pela primeira vez ela andava de carro e conhecia um pouco do mundo. Quando ela deixava a UTI e estava indo para sua casa. Agora tudo era diferente, mas de certa forma semelhante. Ela deixara esta vida para ir para sua casa definitiva. De uma estranha maneira parecia que eu também morrera um pouco e começava uma nova vida. Uma nova vida sem minha filha. Em que eu teria que reaprender tudo, me reinventar sem ela ao meu lado.

Quando chegamos, o senhor da funerária estava ajeitando seu corpo no caixão aberto, e novamente pedi que me ajudasse, pois seus cabelos haviam bagunçado durante o transporte... refiz as chiquinhas e deixei seus cabelos espalhados por cima das flores que a rodeavam.

Muitos amigos vieram. Meus pais viajaram de madrugada do Rio Grande do Sul e chegaram logo cedo para estar conosco. À medida que se aproximava a hora do enterro, mais gente chegava, muitas dezenas de pessoas, entre amigos, familiares e conhecidos, até que a sala estava toda cheia até a entrada. Fiquei feliz com a presença de cada um. Especialmente foi especial a presença da sua pediatra, Dra. Luiza Helena, a fisioterapeuta Janice, juntamente com duas outras terapeutas da clínica GHRAU, e a tia Carlinha, a técnica de enfermagem que cuidara dela desde seu primeiro dia de vida e durante os primeiros meses na UTI Neonatal. Carlinha chegou na hora do enterro, me abraçou chorando e disse: Jô, eu nunca imaginei que esse dia iria chegar, eu não acredito que esse dia chegou!

Recebemos muitos abraços, muitas palavras de consolo. Sorríamos e chorávamos. Algumas pessoas expressaram publicamente o quanto Vitória impactou suas vidas e lhes trouxe preciosas lições sobre o amor de Deus e sobre o valor de crianças com necessidades especiais.

Dois amigos tocaram ao violão duas canções que pedimos: Grande é o Senhor (Adhemar de Campos) e Poder do teu amor (Diante do Trono).

Grande é o Senhor em quem nós temos a vitória,
Que nos ajuda contra o inimigo.
Por isso diante d' Ele nos prostramos.
Queremos o Teu nome engrandecer
e agradecer-Te por Tua obra em nossas vidas.
Confiamos em Teu infinito amor,
pois só Tu és o Deus eterno,
sobre toda Terra e Céu

Enquanto cantávamos, pensava em nossa caminhada nesta terra e agradeci sinceramente a Deus por ter permitido que a Vitória fosse nossa filha e vivesse tão surpreendente história. Adoramos o seu nome e o glorificamos por suas obras perfeitas. Ao fechar os olhos era como se eu não estivesse no chão e Deus me abraçasse e consolasse diante de seu trono no céu. E me ajudasse a enxergar além do que meus olhos humanos podiam ver.


Senhor eis me aqui
Vem transformar meu ser
No fluir da graça que encontrei em Ti
Senhor descobri
Que as fraquezas que há em mim
Podem ser vencidas no poder do Teu amor

Junto a Ti, Teu amor me envolve
Atrai-me para ao Teu lado estar
Espero em Ti e subo como águia
Nas asas do Espírito contigo voarei
No poder do Teu amor

Face a face quero ver-te meu Senhor
E conhecer o Amor que habita em mim
Vem renovar minha mente em Teu querer
Meus dias viverei no poder do Teu amor



Aquelas palavras eram surpreendentemente vivas e eu cri de todo o meu coração que era exatamente isso que Jesus havia feito por ela, levando-a nas asas do Espirito para junto da presença amorosa e viva de Deus, no momento em que ela deu seu último suspiro e seu pequeno coração bateu pela última vez nesse mundo. Aquele que a amava imensamente, e mais ainda do que nós, a recebera alegremente de braços abertos. Pensei na sua jornada e que ela estava indo para o lugar onde ela realmente deveria estar - no tempo perfeito de Deus.


O Marcelo disse algumas palavras e eu também. Lembro que agradeci a todos que haviam nos acompanhado ao logo dos últimos anos e agradeci por estarem ali conosco. Disse que me orgulhava de minha filha e da forma como ela vivera sua vida e cumprira sua jornada, e desejava que ela fosse a nossa inspiração, para que eu e todos os que ali se encontravam também tivéssemos coragem e amor para cumprirmos a nossa missão, o propósito que Deus tem para nossas vidas. Para que ao chegar o momento da nossa partida, possamos descansar em paz como nossa amada filha. Que ela fosse um exemplo e inspiração para nós continuarmos a nossa vida neste mundo.

O dia era muito frio. Seu rostinho já estava terrivelmente gelado, mas ainda assim eu a beijei algumas vezes. Eu precisava beijá-la e ainda expressar meu amor cuidando com carinho e respeito de seu corpo e lhe oferecendo um sepultamento digno. E na última vez eu lhe disse: Vai com Deus, meu amor, eu te amo muito. Marcelo e eu nos abraçamos sobre o seu corpo e baixinho eu disse: "Família!!!", como sempre costumávamos fazer durante as brincadeiras em casa, os três abraçados e unidos. Sabia que ela não estava mais ali, mas todas estas atitudes e palavras me ajudavam a vivenciar plenamente aquele momento de despedida. Todos estes momentos me fizeram bem. Sou muito grata por termos podido nos despedir dela dessa maneira. Também pedi que uma amiga tirasse uma foto nossa do meu celular - sabia que alguns me achariam maluca, mas eu queria registrar esse momento assim como registrara tudo desde o início - essa era a nossa história.




Chegada a hora do sepultamento, carregamos seu caixãozinho com orgulho, Marcelo, eu, e nossos pais. Nossa amada filha, uma guerreira digna e corajosa, que cumprira sua missão e agora descansara. Enquanto seguíamos o carro com o caixão e as coroas de flores em direção ao túmulo, apesar do vento frio e cortante, o dia se iluminou, o sol saiu de trás das nuvens e brilhou por entre a copa das árvores. E em silêncio assistimos aos coveiros, vestidos de azul e com grandes botas em meio à terra, jogarem terra e mais terra, até que tudo fosse totalmente coberto. Então eu senti de novo aquela estranha e inexplicável paz. A mesma paz que trouxera leveza ao meu coração quando ela nascera. Uma paz que não poderia imaginar sentir neste momento. Braços vazios, coração triste, mas em paz. Missão cumprida.

Não houve rituais ou cerimônias, apenas o silêncio da natureza, o vento, os pássaros ao longe. Agora não havia mais choro nem riso. Não havia o pulsar de um coração ecoando do ultrassom, nem o tique-taque do relógio. Acabaram-se os apitos da UTI e as músicas de ninar tocadas para velar seu sono. Mas o amor jamais findaria.

Marcelo e eu ficamos abraçados em silêncio diante à terra, diante às muitas flores depositadas sobre seu túmulo, diante à vida que agora estava em silêncio junto conosco, para chorar de saudade a agradecer.

Deus escrevera suas últimas palavras para aquela vida neste mundo, de uma pequena cidadã dos céus que agora retornava para casa com sua missão cumprida e todas as sementes de amor e coragem que recebera, plantadas em incontáveis corações.

Ao menos no meu coração, te prometo, essas sementes vão florescer!






Que saudade da criança mais linda e doce que carreguei em meus braços... minha princesinha linda, tão pequena, tão forte e valente. Iluminou nossas vidas e a de tantas pessoas ao redor do mundo somente com seu sorriso e seus olhos cheios de amor. Como agradecemos por você ter entrado em nossas vidas, estarás para sempre em nossos corações! Nossa amada Vitória de Cristo!

43 comentários:

  1. Emocionante!
    Vitória teve muita sorte ,em vir neste mundo com uma mãe tão maravilhosa como você.Thais

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Joana, desculpe, mas que momento tão triste. Imagino ser uma dor tão grande que não há palavras. Mesmo sabendo das condições da Vitória, a partida de um filho deve ser como a retirada de um pedaço da gente.
    Mesmo com toda a clareza e força de vocês imagino ser uma grande tristeza e uma saudade profunda. Por isso peço a Deus que continue a fortificá-los. Beijos da Big Família.

    ResponderExcluir
  4. Desde o inicio acompanho a história de vcs e sempre fico emocionada sei que Deus está confortando dando a vcs a paz e o entendimento e eu tenho certeza que a vivi amou que vcs fossem os pais dela pois em todas as história eu sempre vi o amor reinar em vcs e vejo o quanto isso é lindo pois hoje me dia infelizmente só vimos notícias triste na tv e mais uma vez parabens pois vcs foram um exemplo para todos nóis.

    ResponderExcluir
  5. Joana, muito obrigada por mais uma vez abrir seu coração e dividir com nós ,que tanbém amamos a Vitória, mais um pouco de sua história. Confesso que meu coração doeu ao ver as fotos de sua despedida, mas o sorriso lindo que só ela tinha permanecerá para sempre em meu coração. Que Deus continue abençoando sua linda família.

    ResponderExcluir
  6. Oi Joana!

    Desde que a Vivi retornou ao Pai estou pensando no que te dizer e não sei, não tenho palavras, tenho somente fortes sentimentos de carinho, gratidão, amor, admiração e respeito pela família de vocês.
    Eu já tinha visto no dia a foto que postastes no facebook da Vivi no caixãozinho rodeada de lindas bonecas e flores, nunca comentei pois novamente afirmo, não tinha palavras em minha cabeça que expressassem meu sentimento de perda.
    Nunca tive o prazer de ter a gatinha nos meus braços e sentir seu perfume e a sua pele macia e acarinhar seus cabelos, mas muitas vezes sonhei com isso, sempre me pergunto como posso gostar tanto de pessoas que só conheço através da Internet, e hoje tive a resposta em meu coração, amo vocês por serem iluminados, por terem uma fé inabalável, por terem um coração maior que o planeta.
    Mais uma vez tu mostras como te preocupas com as pessoas e demostra o amor a humanidade quando divides com pessoas como eu que te seguem, um momento tão íntimo. Fez isso de forma tão delicada e doce como sempre fostes.
    Queria muito te abraçar e beijar tuas mãos. Tenho esperança de um dia te conhecer pessoalmente e poder dar meu abraço que está cada dia ficando mais apertado.
    Tu és um presente de Deus na minha vida, junto com a Vivi e o Marcelo, vocês surgiram na minha vida num momento muito difícil e eu sempre me alegrava ao ver o que a gatinha estava fazendo de diferente através das tuas palavras amorosas.
    Mais uma vez, muito obrigada por partilhar e existir.
    Muitos beijos e abraços muito apertados.
    Jaque
    Balneário Gaivota/SC

    ResponderExcluir
  7. Relato lindo, emocionante e porque não dizer, corajoso...
    Vcs viveram intensamente a vida e a partida da pequena Vitória!
    Que Deus esteja com vcs, sempre!

    ResponderExcluir
  8. Mais uma vez me emociono com as suas palavras, com os cuidados de Deus com a sua vida, com o consolo que só Ele pode dar. É a "Paz que excede todo entendimento".

    E tiro de sua experiência muitas lições para a minhan vida. Obrigada!

    ResponderExcluir
  9. Não tem como não chorar....
    Revivi todas as cenas de despedida da minha sobrinha que foi morar com nosso Pai lá no céu...
    Joana e Marcelo, que vocês continuem essas pessoas iluminadas, não os conheço pessoalmente, quem sabe um dia, não conheci a Vivi, mas sei que foi e é muito amada e amou muito vocês também.
    Que Deus abençoe vocês, sei que a saudade é grande, só o tempo para amenizar a dor e a saudade, mas saibam que vocês são guerreiros, pois nunca desistiram da luta e cuidaram muito bem da princesa linda com os olhos claros mais lindos que já vi!
    Fica aqui meu sincero abraço e o eterno sentimento de saudade dessa linda menina que mesmo somente acompanhando pela internet aprendi a amar e admirar sua beleza e força.
    Beijo grande!
    Vanessa – São Paulo

    ResponderExcluir
  10. Joana e Marcelo, tenham a certeza que vocês ajudaram e ainda vão ajudar muita gente! Lindo e emocionante relato! Beijo no coração de vocês. Lucia, Rodrigo e Mariana

    ResponderExcluir
  11. Eu sou mãe a 4 meses de uma linda garotinha.
    Você é um exemplo de mãe que admiro muito, um exemplo a ser seguido, obrigada por nos contar sua linda história de vida.
    Espero que você seja muito feliz, apesar da saudade.

    ResponderExcluir
  12. Nossa Joana! Mais uma vez me emocionei profundamente com o seu relato. Em um momento de profunda dor, você se mostrou serena e com um amor imenso que transborda em sua palavras, uma amor sem fim de uma mãe para sua filha! Te admiro, e espero ser tão boa mãe para meu flho, quanto vc é para a Vivi! A sua familia tem servido de inspiração todos os dias para a minha... Muito obrigada por compartilhar sua história conosco! Que Deus continue abençoando a sua vida!!!
    Gabriele Eggert Amarante

    ResponderExcluir
  13. Acabei de ler a postagem...estou sem palavras, sinto saudades, tristeza e muita muita paz vindo de suas palavras, vcs são anjos na terra, nunca quiseram ser perfeitos, sempre foram muito tranquilos e simples e sem perceber tornaram-se as pessoas mais perfeitas que eu tive a honra de cruzar em minha vida...bjus em todos vcs e isso incluí a Vivi ainda tão viva em nossas vidas, mentes e corações!!!

    ResponderExcluir
  14. Realmente, vocês são pessoas iluminadas. É simples entender porque a Vitória os escolheu e o porquê de ter lutado tanto para permanecer ao lado de vocês. Somente ao lado de pessoas com o coração tão generoso ela poderia tocar milhares de corações que vivem tão distante, mas que foram tocados profundamente. Seu olhar tão puro, seu sorriso tão lindo marcaram e modificaram nossas vidas para sempre. Vivi chegou para me dizer que estou no caminho certo, fazendo tudo com amor, aceitando as vontades de Deus. Essa princesinha nunca será por mim esquecida. E acredite Joana, todo dia ao entrar no quarto do meu filho lembro dela e essa lembrança faz o meu dia a dia ser muito mais doce e leve.Ter um filho especial, após conhecer a Vivi, mesmo que só virtualmente, se tornou motivo de muito orgulho. É incrível, mas aprendi a agradecer ao meu filho por me permitir mais um dia a seu lado. A Vitória é muito importante para minha vida e para a vida do meu guerreiro Cássio. Espero ainda o dia em que possa te abraçar e dizer, muito obrigada por tudo, minha irmã.

    ResponderExcluir
  15. Nosssa........quanta emoção...Se alguem nessa terra tinha alguma duvida, sobre o ser extremamente especial que vc é...as duvidas acabaram neste post...Quanta coragem...To sem palavras, extremamente emocionada.......a Vitoria estará em nossas vidas eternamente....obrigada, obrigada e obrigada por nos ensinar todos os dias...
    Eliane

    ResponderExcluir
  16. Dignidade, respeito, amor.
    Débora

    ResponderExcluir
  17. Acompanho a história da Vitória há um tempo já, e devo dizer que não sei se conseguiria ter a serenidade que você mostrou. Também sou mãe, e acho que posso ao menos imaginar a dor que deve ser a perda de um filho. Ainda mais uma criança tão especial como ela. Tenho muita admiração por você e por seu marido, e desejo que vocês sejam ainda muito felizes, mesmo com esse vazio, que tenho certeza nunca será preenchido. Que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  18. Ela estava mesmo linda e os dois são pais incríveis, os pais da Vitória tinham de ser assim.
    um beijinho
    Gábi

    ResponderExcluir
  19. A Vivi mudou um pouco a minha vida. nunca a vi mas a amava. demais. As vezes me pergunto pq Deus faz isso... nos manda seus anjos e depois os chamam de volta.
    A vitoria nunca sera esquecida e é com amor de mae que lhe digo que a Viroria era um pouco filha de todos nos, leitores de seu blog. Era preocupacao, felicidade, choro, sorrisos.
    Para sempre lembrada nossa Amada Vitoria... ate o dia do reencontro em nossa morada eterna.
    Ate la... ficam a saudades.
    Sei que a Vitoria sabia o quanto era amada por vcs seus pais, e por uma multidao de pessoas se a amaram desde o inicio.

    ResponderExcluir
  20. Vitória foi uma criança feliz e tenho certeza que está feliz e livre ao lado do Pai. Joana, eu te agradeço por dar tantos depoimentos maravilhosos de amor e dedicação. Obrigada por me deixar ser parte de uma vida tão rica...tão cheia da presença de Deus...tão cheia de amor...um grande abraço...Patricia

    ResponderExcluir
  21. Me emociono, pois ao acompanhar o blog sinto o verdadeiro amor de Deus por seus filhos dando essa força e paz pra vcs! É um estímulo pra parar de ser medrosa e viver a vida! Naquele grande dia no céu com Jesus, quero conhecer sua família! Um abraço carinhoso de quem não te conhece, mas te respeita e admira muito! Marina Marques- Brasília DF

    ResponderExcluir
  22. Audrey / Blumenau SC27 de janeiro de 2013 22:05

    Emocionante! Joana, obrigada por compartilhar este momento com a gente...eu sempre visito e acompanhava a Vitoria.. lembro deste guerreirinha linda..
    Parabens pelos pais que vcs são!

    ResponderExcluir
  23. História muito linda e o que mais me impressionou foi o amor entre vocês. Entendo que o amor de Deus se manifestou a vocês de uma forma diferente atraves da sua filha. Parabenizoo vocês pela humildade e perseverança em meio as dificuldades. Que Deus abençoe!!!

    ResponderExcluir
  24. Emocionante obrigada por compartilhar conosco esse momento dificil, sinto muita paz e emoção quando leio seu blog, a sensação é de que nada mais é importante senão o amor de Deus a familia, momentos simples porém de valor inestimável, nos preocupamos com tanto a fazer a conquistar mas e a qualidade de vida no ambiente familiar de que adianta correr atras de tanta coisa e estar sempre frustado, cansado e a familia como fica quando há tempo para conversar, brincar abraçar os filhos, a esposa ou esposo dizer eu ti amo, e de repente o tempo passou e de nada valeu a pena
    E vocês foram sempre um exemplo de familia até o ultimo momento, Parabens de coração, seres admiráveis gostaria de ter um pouco da sua fé e coragem Joana você é guerreira.
    Deus Abençõe!

    ResponderExcluir
  25. Joana, parabéns por ser a pessoa maravilhosa que você é. E seu testemunho, mesmo que seja o mesmo lido várias vezes, é da mesma forma e em todas as vezes impactante. Te amo em Cristo! Sua vida nos mantém vivos e agradecidos a Deus!

    ResponderExcluir
  26. Oi Joana, td bem?
    Eu sempre acompanho seu blog, e quando comecei a ler essa postagem, confesso que levei um susto quando vi a foto dela descansando. Tenho uma bebê de 9 meses, comecei a chorar na hora e parei de ler. Mas depois, voltei a ler de novo e pude entender porque você decidiu escrever e publicar as fotos desse momento tão triste e, ao mesmo tempo, especial. Só posso te dizer que vc e uma mulher de coragem, um ser maravilhoso, não sei se eu, nas mesmas condições, teria coragem de escrever um post tão bonito como esse.É uma lição de vida e me faz refletir o quanto eu estou ou não perto de Deus. Peço à Deus para que Ele continue confortando seu coração e dando essa força e lucidez que com certeza só Ele pode nos dar. Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  27. querida joana, querido marcelinho,

    que relato emocionante. e fico ainda sentindo o que há de inefável, porque nem tudo que vem do espírito pode ser expressado em palavras.

    sinto também uma paz muito grande após ler o post, e só me resta louvar a Deus pela rocha que é Cristo, na qual vocês estão firmes. Com Ele, aprendemos essa coisa gostosa que é amar. Por Ele, mesmo tristes, podemos ter essa alegria discreta, mas profunda, que transcende a morte.

    bjs da bélgica

    ResponderExcluir
  28. Boa noite Joana acompanho essa brilhante passagem da Vivi pela terra, e confesso minha amada que nunca senti a presença de DEUS em sua palavras tanto como nesse poste. Temos em vista que esse é um momento complexo para ser dito ainda mais por você que lutou cada segundo com a VIVI e viveu brilhantemente com ela por esses dois lindos aninhos, mais é lindo observar que você em todo tempo foi a mesma que colocará seu sofrimento, suas alegrias a cada volta pra casa e não deixou de nos compartilhar ate mesmo esse momento. Sabe Joana DEUS ele te escolheu tão bem querida tão bem para cuidar dessa preciosa que posso dizer que nesses oito anos que sou mãe me sinto mera coadjuvante perto de ti. Saudades sentirá sempre, um jeito jamais esquecido, um sorriso jamais apagado, e a certeza de um dever mais que cumprido. Vou findando esse singelo comentário querida com uma frase muito verdadeira " DEUS ELE NÂO ESCOLHE CAPACITADOS, ELE SIMPLESMENTE CAPACITA SEUS ESCOLHIDOS ". E de verdade ele te capacitou. Fica na paz do senhor.

    ResponderExcluir
  29. Chorei....
    É como as pessoas dizem: Deus dá força para tudo.
    Se há um relato tão lindo, há sim, uma grande força divina por trás.
    Lindo o trabalho que você fazem e reproduzir esta experiência conosco é mais lindo ainda!

    Deus abençoe vocês!

    ResponderExcluir
  30. Linda com cabelinhos enorme parecendo uma boneca. Filho especial para pais especiais. Família a base de tudo. Q o Senhor brinde esse amor com irmãos para Vitória de Cristo.

    ResponderExcluir
  31. Não consigo parar de chorar, mas não é de tristeza, é de admiração pelo respeito, dignidade, amor e superação que encontrei na história de vida de vocês. Sem dúvida a Vitória é um anjo especial que passou por aqui e teve a graça de estar no seio de sua família, que também é muito especial. Deus sabe em quais filhos pode confiar aqui na terra para que cuide destes pequenos anjos. Não há tristeza e nem dor quando o amor nos torna forte. Minha profunda admiração e respeito por vocês. Que Deus os inspire sempre.

    ResponderExcluir
  32. oi Joana,
    Hoje conheci a historia da vitoria e fiquei muito emocionada, eu sou mãe e sei que nao é facil, vc é uma pessoa iluminada.... Fique com deus

    ResponderExcluir
  33. As grandes bençãos de Deus nos chegam de infinitas formas. A Vitória foi uma das mais belas em todos os sentidos. Apesar de só conhecê-la pelo blog, chorei com as últimas linhas desse lindo relato. O que significa que também a amo e isso é muito bom. Afinal, não é exatamente para ensinar o amor que os anjos vêm até nós? Parabéns aos pais, que Deus os abençoe muito e sempre e a tão querida Vitória!

    ResponderExcluir
  34. As grandes bençãos de Deus nos chegam em infinitas formas, e a Vitória foi uma das mais belas. Apesar de só conhecê-la através do blog, chorei sinceramente ao ler as últimas linhas desse lindo relato e isso purificou e acalmou minha alma,percebi que também a amo e isso é muito bom. Afinal, não é para ensinar esse divino amor que os anjos vêm à terra? Parabéns aos pais e a querida Vitória que vive em nossos corações e nos inspira em nossas jornadas. Deus os abençoe!

    ResponderExcluir
  35. Oi Joana!
    Li todo o seu blog... que história linda, a de vocês! Estou sem palavras... chorando copiosamente! Desembestei a chorar onde a garganta tá dando nó doído... o fato de chorar é pela real e verdadeira experiência de amor, de parresia (conversão), misericórdia, e todos os sentimos bons que vcs tiveram com a presença e vinda de Vitória na vida de vocês, expressada em cada palavra neste blog.
    Deus, realmente, sabe o que faz e o que dá a cada um, pois não foi à toa que Ele deu a Vitória como filha, para vocês Joana e Marcelo. E toda graça alcançada e experiência de amor e fortalecimento vivido entre vocês.
    Lembrei de minha prima que nasceu especial o nome dela era: Ana Clara. Nasceu com sérios problemas, anomalias no coração onde os médicos disseram q ela ia viver até os 6 anos de idade (no máximo!) e ela contrariou a medicina, viveu 16 anos de vida, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas por isso, entendo perfeitamente tudo que vcs viveram com a Vitória, e cada coisa que lia no Blog iam me emocionando, lembrando da minha prima predileta.
    E acho que foi de Deus, do nada encontrei esse blog e me chamou à atenção o nome Vitória de Cristo, mostrando seu problema de Saúde, como sou Gestora da Saúde, gosto de crianças e sempre tive um desejo de trabalhar na UTI Neo como Psicóloga Neonatal, enfim, li por curiosidade o seu blog e confesso, que minha Fé foi renovada, reavivada nesse momento... andava cambaleante.

    Que Deus abençoe ricamente sua vida Joana e Marcelo...

    'Os que com lágrimas semeiam com Júbilo ceifarão!'

    Toda experiência de amor, passam-se por 3 grandes graças: Coragem, Renúncia e Disposição!

    Forte Abraço,
    Fiquem com Deus!
    Ana Christianne Abreu
    Aracaju/SE.

    ResponderExcluir
  36. há muito tempo eu conheci seu blog e claro, me encantei logo de primeira pela Vitória, li toda a história desde o começo, e sempre entrava, para acompanhar as noticias da pequenina mais linda do mundo... quando meu antigo pc teve um problema, fiquei algum tempo sem entrar, e então não lembrava mais o link, que estava nos favoritos do outro computador. Depois de muito tempo, resolvi fazer uma busca mais profunda, e finalmente encontrei seu blog, torcia para que a pequenina estivesse linda e grande
    e claro, fui tomada em lágrimas por horas, enquanto lia seus posts... Vcs são pais maravilhosos, e com certeza a Vitória cumpriu sua missão nesta terra... Ela era preciosa, um lindo anjo que agora voltou para Deus.
    Olhar as fotos da Vitória me trás tantos sentimentos bons ao coração, este olhar meigo, lindo e profundo. Não há dúvidas que ela é um anjinho de Deus.

    ResponderExcluir
  37. Joana e Marcelo que exemplo!!!! Não os conheço mas estou maravilhada !Taõ jovens mas ao mesmo tempo tão...(não tenho como defini-los)A comovente hidtória de vc me fez ter um up em minha cida espiritual e Deus me ensinou muito hoje por meio de vcs!!!Estou glodificando a Deus por vcs e orando para que permaneçam assim:firmes na rocha! Foi um enorme prazer conhce-los. Em Cristo com amor. Patricia Miranda

    ResponderExcluir
  38. CHOREI MUITO AO SABER DO FALECI...QUER DIZER DA PARTIDA DE VITÓRIA PARA PERTO DO PAI, OLHA, SEUS TEXTOS SÃO LINDOS, VOCÊ DEVERIA ESCREVER UM LIVRO A FAVOR DA VIDA,POIS TODOS PODEM PERCEBER QUE ESSA CRIANÇA VEIO COM UMA MISSÃO A FAVOR DA VIDA CONTRA O ABORTO.ELA É MUITO LINDA, MEIGA, PACÍFICA, DEUS ABENÇOE SEMPRE SEU ANJINHO, SUA FAMÍLIA E TODAS AS CRIANÇAS DO MUNDO.
    ANSIOSA PRA VER SUA NOVA BÊNÇÃO.
    JÁ OUVIU FALAR DE GIANA BERETA MOLA?
    DEUS SE ALEGRA MUITO COM O SIM DE VOCÊS.QUANDO SE É FIEL,ESPEREM SEMPRE PELAS RECOMPENSAS DO ALTÍSSIMO!
    TWITTER: @ADRIANGELMARY

    ResponderExcluir
  39. Não conhecia a sua história mamãe, só pude conhecer ontem em um programa de tv. E abri todas as notícias q vc postou de seu anjo. Chorei algumas vezes, mas fico mais alegre pq vcs (o casal) tiveram o privilégio (para poucos) de terem convivido com um ser tão especial, de luz.
    Parabéns pela garra de vcs!
    Posso colocar no meu facebook filme? Acho q é uma lição de vida e de coragem e q muitas pessoas agradeceriam.
    Regina (re-santiago@uol.com.br)

    ResponderExcluir
  40. Enquanto muitos escolheriam por viver na dor e lamentação, vocês escolheram viver na luz e alegria, compartilhando o que há de mais puro e sincero, o amor incondicional. Uma pequenina em tamanho, mas tão grande em coragem e exemplo. Que a sementinha floresça em muitos corações e que mudas desta semente possam ser replantas em outros tantos corações...

    ResponderExcluir
  41. Olá, querida. Nem sei como vim parar em seu blog mas, enfim, Deus o sabe.
    Não sei o que dizer a vc diante deste relato e das fotos de sua princesa "adormecida"... apenas que ela era/é uma criança linda e que vc e seu esposo são incrivelmente fortes por causa da unção de Deus sobre vocês. Porque somente com esta unção uma mãe e um pai podem ser serenos e resignados diante de tamanha dor. Um grande beijo, que o Benjamin seja um vaso de grne bênção, consolo e alegrias para sua família. Vocês são maravilhosos!

    ResponderExcluir
  42. Amada do Senhor, não sei se vc lerá estas palavras, mas cheguei ao seu Blog pesquisando um outro assunto, e Deus me trouxe aqui para fazer da sua história um renovo de fé e esperança na minha vida. És valorosa, por isso Ele te escolheu para viver essa experiência. São testemunhos como o seu que fazem valer a pena os nossos dias. Estou em lágrimas nesse momento, mas feliz em saber que o Senhor tem cuidado dos seus. Um grande abraço para vc e toda sua família e que Jesus continue te usando rica e poderosamente.

    ResponderExcluir
  43. Que deus a tenha vitória cristo linda

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita ao nosso blog. Comentários são bem-vindos e muito especiais! Por favor confira algumas orientações antes de deixar sua mensagem:

1) Este blog é um registro pessoal de nossa vida com nossa filha Vitória, que viveu conosco por 2 anos e meio após a gestação. Ela faleceu em julho de 2012.
2) Comente de maneira séria e respeitosa. Mensagens ofensivas ou desagradáveis irão p/ a lixeira.
4) Infelizmente nem sempre consigo responder todas as mensagens que recebo, mas leio a todas com muito carinho.
5) Se você está vivenciando ou vivenciou uma gestação de um bebê com acrania e anencefalia, temos um grupo muito especial de apoio no Facebook onde você será bem-vindo: www.facebook.com/groups/acraniaeanencefalia (copie e cole este endereço em sua barra de endereços da internet)
6) Se preferir, contate-me pelo e-mail joanaschmitz@yahoo.com.br

Muitíssimo obrigada por sua compreensão e respeito.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...